Governo renova LEC para citricultores

Linha de crédito para estocagem pode ajudar a retirar 40 milhões de caixas de laranja do mercado

 
Pedido de renovação da linha de crédito vinha sendo feito por representes da cadeia do suco de laranja desde meados de junhoO Conselho Monetário Nacional (CMN) finalmente aprovou a renegociação de operações da Linha Especial de Crédito (LEC) contratadas em 2011. Criada no ano passado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a LEC destina recursos para indústrias e cooperativas estocarem suco de laranja. Em 2011 foram contratados R$ 240 milhões nessa linha. O valor de referência para a caixa de 40,8 kg era de R$ 10.

 

O pedido de renovação desta linha de crédito vinha sendo feito por representes da cadeia do suco de laranja desde meados de junho, quando o setor contabilizou uma safra recorde para o estado de São Paulo e um excedente de 80 milhões de caixas de 40,8 quilos. Por conta da safra recorde no Brasil, o mercado operou no início da colheita apenas com preços nominais, sem registro efetivo de negócios. Na última semana as cotações do suco de laranja registraram ligeira alta com suporte do furacão Isaac que passou pelas regiões produtores da Flórida, mas logo após a constatação de poucas perdas nos pomares norte-americanos, os preços voltaram a ceder.

 

A renegociação da LEC pode ajudar a retirar do mercado metade do excedente de produção da safra atual, ou 40 milhões de caixas de 40,8 quilos e promete novo fôlego ao setor combalido pela queda do consumo de suco de laranja nos principais consumidores mundiais.

 


Fonte: Globo Rural, por Luciana Franco


Voltar