Prêmio GCONCI 2015 presta homenagem à Dra. Margarete Boteon

Hall da Fama da Citricultura Brasileira

Pesquisadora do Cepea tem contribuído com suas pesquisas econômicas da cadeia citrícola do Brasil As diversas áreas do conhecimento têm contribuído para o aprimoramento do negócio citrícola brasileiro, beneficiando toda a cadeia de citros por meio do trabalho de pesquisadores que dedicam suas vidas na busca por descobertas que possam melhorar este importante agronegócio.

E para prestar uma justa homenagem às pessoas que têm auxiliado o fortalecimento da citricultura brasileira, o Grupo de Consultores em Citros (GCONCI) criou em 1997 o prêmio Hall da Fama da Citricultura Brasileira, que é outorgado durante a Semana da Citricultura, reconhecendo o trabalho das pessoas que dedicaram sua vida profissional na busca pelo fortalecimento da citricultura brasileira.

Deste modo, em 2015, o GCONCI homenageia a Prof. Dra. Margarete Boteon, que possui graduação em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP, 1995), Mestrado (1999) e Doutorado (2004) em Economia Aplicada, também pela Esalq/USP. Desde 1998, é pesquisadora do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea – Esalq/USP), responsável pelas pesquisas econômicas das cadeias de citros, frutas/hortaliças e café. A partir de 2013, passou a integrar, inclusive, o time acadêmico como professora do Departamento de Economia e Administração da Esalq/USP.

No escopo da citricultura, sua equipe contata diariamente produtores, beneficiadores e representantes da indústria para apurar preços das frutas em todas as regiões relevantes, em termos de produção e comercialização, no Estado de São Paulo. Anualmente são também atualizados estudos detalhados sobre custos de produção com o objetivo de acompanhar, com rigor científico, a evolução da sustentabilidade da citricultura paulista. A base desses trabalhos é a interação contínua com pessoas de todos os segmentos do setor para troca e discussões imparciais sobre os diversos temas que envolvem o negócio.

Com base no conjunto de informações apuradas continuamente, Margarete e sua equipe publicam preços diários no site do Cepea, análises semanais na Bloomberg e Thomson Reuters – em português e inglês – e periodicamente na Revista Citricultura Atual e na revista Hortifruti Brasil.

A revista Hortifruti Brasil foi uma iniciativa da própria pesquisadora que, em 2001, ao começar a desenvolver trabalhos nos setores de frutas e hortaliças, constatou a carência de veículos especializados para divulgar as pesquisas que sua equipe estava gerando.

A dinâmica de pesquisas tem proporcionado ainda reforço à formação acadêmica e profissional de dezenas de estagiários que integraram ou integraram a equipe Hortifruti Cepea. Periodicamente esses graduandos de Engenharia Agronômica, Ciências Econômicas e de Alimentos, orientados por Margarete, submetem artigos para congressos científicos, além de serem convidados a participar de programas de estágio e trainee de importantes companhias.

Por sua atuação idônea no segmento econômico, Margarete recebeu o prêmio Engenheiro Agrônomo Destaque da Citricultura de 2012, um reconhecimento do Centro de Citricultura Sylvio Moreira/IAC ao valor de suas pesquisas.

O Grupo de Consultores de Citros congratula a Margarete Boteon pela premiação, credibilidade que o setor tem na dedicação do seu trabalho.


Voltar